•   43 3324-0268

Blog

Demora no atendimento bancário: o que fazer?

Todos os anos centenas de consumidores entram na Justiça por demora no atendimento bancário. Sendo uma das principais reclamações no Procon. O que muitos não sabem ou deixam passar em branco é que esta falha pode resultar em indenização ao consumidor.

A verdade é que prestação de serviços bancários está desagradando boa parte da população, que reclama que as filas estão aumentando e a espera tem sido longa até o atendimento, além de caixas eletrônicos que não funcionam de maneira correta.

O QUE DIZ OS BANCOS?

Normalmente, o argumento dos bancos é que a deficiência no atendimento aos clientes tem um motivo: a falta de reposição de pessoal.Uma vez que nos bancos privados têm ocorrido demissões e, nos públicos, o incentivo à aposentadoria e o fechamento de algumas agências tem prejudicado o atendimento pessoal.

Desde 2016, alguns bancos públicos estão se reestruturando, o que tem acarretado em fechamento de agências em todo o País. A ideia é investir em atendimento digital uma vez que o número de correntistas que usam computadores e celulares para realizar operações bancárias é cada vez maior, e a economia com o redimensionamento da estrutura física permitirá que as operações sejam readequadas conforme o novo perfil dos clientes.

Dessa forma, com o número menor de agências, a tendência é o aumento das filas de espera e do stress dos funcionários e clientes.

QUAL É O TEMPO DE ESPERA POR ATENDIMENTO EM BANCO?

Hoje, existem legislações municipais específicas que determinam quanto tempo o cliente pode esperar por atendimento nos bancos. Normalmente, o tempo de espera máximo em dias normais varia de 10 a 20 minutos.

De acordo com o site da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), os bancos associados realizam um trabalho constante para reduzir o tempo de espera para atendimento nas agências bancárias. Desde de 2009, a Febraban definiu que nas cidades que ainda não existe leis que determinam o tempo mínimo de atendimento, o prazo máximo deve ser de 30 minutos em dias normais e 40 em dias de pico – em 2010, esses tempos foram reduzidos para 20 e 30 minutos, respectivamente.

COMO COMPROVAR O TEMPO DE ESPERA?


De acordo o Procon o indicado para comprovar o tempo de espera é sempre guardar os comprovantes de entrada e saída do banco com os horários impressos. O comprovante é direito do consumidor e ele pode pedi-lo na agência.

Só assim é possível comprovar, de fato, o tempo que esperou pelo atendimento.

Fonte: adaptado do site PROCON, artigo “Demora no Atendimento Bancário o Que Fazer?”.

Acesso: https://goo.gl/Dkt3wJ

  •   43 3324-0268