•   43 3324-0268

Blog

Quais são os direitos de toda criança?

Todos temos muitos direitos na sociedade, desde pequenos até adultos. Inclusive, quando maiores esses direitos parecem até que diminuem, pois talvez deixamos de nos preocuparmos com isso, achamos que são detalhes ou não vamos mais atrás. Mas e a criança que não tem conhecimento da maioria de seus direitos? Você sabe quais são os direitos de uma criança?

Algumas leis tratam apenas disso, o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) cuida especificamente de uma área, os direitos dos pequenos da sociedade, e vamos mostrar a vocês quais são eles.

PRINCIPAIS DIREITOS DAS CRIANÇAS:

  • Ter uma educação de boa qualidade;

  • Ter acesso à cultura e aos meios de comunicação e informação;

  • Poder brincar com outras crianças da mesma idade;

  • Não ser obrigado a trabalhar como adulto;

  • Ter uma boa alimentação que dê ao organismo todos os nutrientes que precisam para crescer com saúde e energia;

  • Receber assistência médica gratuita nos hospitais públicos sempre que precisarem de atendimento;

  • Ser livre para ir e vir, conviver em sociedade e expressar ideias e sentimentos;

  • Ter a proteção de uma família seja ela natural ou adotiva, ou de um lar oferecido pelo Estado se, por infelicidade, perderem os pais e parentes mais próximos;

  • Não sofrer agressões físicas ou psicológicas por parte daqueles que são encarregados da proteção e educação ou de qualquer outro adulto;

  • Ser beneficiada por direitos, sem nenhuma discriminação por raça, cor, sexo, língua, religião, país de origem, classe social ou riqueza e toda criança do mundo deve ter seus direitos respeitados;

  • Ter desde o dia em que nasce um nome e uma nacionalidade, ou seja, ser cidadão de um país;


Resumidamente, na teoria, todas as crianças têm direito a uma vida digna, saudável e feliz.

Como princípio básico em uma sociedade, precisamos aprender desde a infância a lidar com diferenças e respeitá-las, e com isso seguir e proporcionar a futura nação todos os seus direitos. Podemos seguir a tudo isso não discriminando as pessoas com algum tipo de deficiência, os pobres, com educação diferente, religião, etnia, sexo, cor, nacionalidade, opção sexual, partido e outros. Mas infelizmente não é o que acontece no mundo.

“É dever de todos respeitar os que são diferentes porque eles também são cidadãos e possuem os mesmos direitos e deveres que nós na sociedade brasileira”, dessa forma todos recebem os seus direitos e se igualam.

Fonte: adaptado do site “iPED” (https://goo.gl/PQW2E6)


  •   43 3324-0268